segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

P´rá Menina Inês, Artista, Escultora, Amante de Fado

Este é um fado em tom maior. Mas nós decidimos fazê-lo pequenino, para não roubar tempo às pessoas que têm de se ir deitar cedo que amanhã é dia de trabalho... E nós os amantes do Fado amador, amamos tanto o Fado que não podemos viver à custa dele. -Estas palavras disse-as um grande Músico a propósito da sua música. Era compositor e o maior guitarrista do nosso tempo. Chamava-se e chamar-se-á sempre enquanto houver memória Carlos Paredes.-Por isso temos de trabalhar porque a nossa vida não é isto, se bem que seja isto, o nosso Fado. Aproveitamos para dizer ainda que este é um fado em Haikus - fado mais piqueno que as quadras só se for aos ternos - e ternos(*) é como dizer em japonês Haikais ou Haikus consoante a forma que cada um saiu da rasteira. Dizer ainda, as coisas importantes dizem-se no fim, que é um fado dedicado à menina Inês que apzar de andar moídinha ás vezes e até por causa disso sofre de insónias. Obrigados, obrigados a todos. __ __________________ __ (*)ternos - Plural da palavra terno que em linguagem popular significa tropeção e queda. Diz a sabedoria popular "levanta-te que está outro p´ra caír", é minha leitura que "outro" se refere ao que rasteirou. É a Lei do Karma que em bom português se chama Divina Providência.

5 comentários:

Ines Rosa Fadista disse...

UAU! SINTO-ME TÃO LISONJEADA! MAS COMO É QUE FAZEM ISTO? DE TRANSFORMAR O DIA DUMA PESSOA NUMA ALEGRIA DE CONTENTAMENTO :)
OBRIGADA! OBRIGADA! OBRIGADA!

Ines emocionada disse...

E-S-P-E-C-T-A-C-U-L-A-R

o gajo q da plateia aplaude disse...

ela merece sim sr!! mto bom o fado!

beatrizcunha.art disse...

é facil por-te feliz

Scarlata disse...

AH FADISTA! ;D